Pregue o Evangelho com Fidelidade e Simplesmente Aguarde

Nós temos pregado incansavelmente “a Cristo e este crucificado”, como nos orientou o apóstolo Paulo. Também temos anunciado através da pregação “todo o desígnio de Deus”. No estanto, as vezes nos entristecemos por não constatar a transformação de vidas. Na verdade, por vezes, temos observado algumas pessoas deixando a igreja quando ouvem a fiel mensagem do evangelho (bem diferente da mensagem anunciada na grande maioria das igrejas evangélicas de hoje). Não resistem à confrontação e detestam a mensagem com sua poderosa doutrina. Mas a verdade é que este é o caminho a seguirmos!

Vejam: Paulo pregou na cidade de Corinto por muito tempo. Ele foi escarnecido e zombado, foi perseguido e maltratado. Sua mensagem era tachada de loucura, pois anunciava a salvação por meio da fé em um homem que havia sido humilhado e crucificado pelo exército romano. No entanto, ele não adaptou a sua mensagem para torná-la mais aceitável no Império. Paulo foi confrontado pelos filósofos e resolveu por permanencer firme com a sua mensagem sobre o crucificado. Mas ele também esteve ao ponto de desistir e deixar a cidade de Corinto, pois estava entendendo que Deus não salvaria nenhuma alma naquele lugar, e que todos os seus labores tinham sido em vão. Mas a noite, enquanto dormia, Deus lhe apareceu em uma visão e lhe disse:

 “Não temas; pelo contrário, fala e não te cales; porquanto eu estou contigo, e ninguém ousará fazer-te mal, pois tenho muito povo nesta cidade.” (Atos 18:9-10).

As palavras de Cristo são impressionantes: “POIS TENHO MUITO POVO NESTA CIDADE”. A doutrina esboçada aqui é a Eleição. A doutrina da Eleição garante que haverá salvação, que Jesus escolheu um povo que o conhecerá e o seguirá fielmente. Um povo que hoje, em parte, ainda está vivendo atolado no pecado, mas que em breve será Chamado pelo Senhor. É por causa desse povo que Jesus ordena a Paulo que pregue sem se calar. O “muito povo” que Cristo tem em Corinto é o povo eleito. Obviamente, os eleitos ouvirão o chamado e olharão para Cristo, quando a hora chegar.

Portanto, os baixos resultados, a falta de conversão,  não indicam o fracasso da mensagem e nem o fracasso do pregador, pois a Eleição retira qualquer mérito humano. Deus é quem salva e quem atua poderosamente no coração do homem, e isso, ele faz por meio da pregação pura do evangelho, no tempo por ele determinado. Pregar é preciso, mas pregar o evangelho puro de Cristo e não um evangelho diluído.

Pregue e Deus fará a obra de salvar pecadores no tempo certo. Preocupemo-nos em anunciar fielmente a Palavra de Deus e não nos resultados. Deixemos esta parte para Deus. Vamos plantar e regar, mas o crescimento é a obra sobrenatural, que não depende do homem, mas de Deus. O agricultor planta e aguarda com ansiedade as chuvas, pois ele sabe que Deus precisa enviar as chuvas no tempo certo para que a semente germine e produza a nova planta. Lance a Palavra e aguarde, em oração, a obra que Deus fará.

Pr. Marcus Paixão

Anúncios

    • marcuspaixao

      Se busca isso, não está muito longe meu irmão. Mas lembre-se, tudo que você fizer reconheça a graça de Deus como a força que lhe impulsiona. Leia a Bíblia e ore ao Senhor diariamente. Pratique o que você ler das Escrituras. Mantenha toda a sua confiança em Deus, não importa qual seja a situação…
      Deus te abençoe
      Pr Marcus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s