A educação infantil no Brasil: Um alerta aos pais

Fico indignado com a audácia e a perversidade daqueles que estão no poder. Promovem um mar de amoralidade e violência mental. São leis criadas e aprovadas, projetos em tramitação, e outros sendo formulados. A grande maioria ataca a moral do povo. Batem forte no brasileiro. Como um verdugo carrasco, que desfigura com seu chicote as costas do inocente, assim são os legisladores brasileiros, eles estão expulsando a seriedade, a moralidade e o bom senso da nossa pátria, diante de nossos lhos. E o que é mais triste: nós engolimos todo esse lixo na maior passividade. Sou a favor da paz e da liberdade, mas totalmente contra as investidas forçadas do estado em impor seus ideais em detrimento daquilo que é a vontade do povo… E no Brasil, é bom divulgar, a grande maioria do povo é contra o aborto, contra o casamento homossexual, contra a leis pró-homossexuais (como se eles já não fossem protegidos pela Constituição Federal – todo brasileiro tem os mesmo direitos e deveres).

Em um e-mail recente, li com tristeza aquilo que já sabia que estava acontecendo. O texto é do blog do Reinaldo Azevedo, da revista Veja, e trata sobre o novo modelo de educação infantil implantado no Brasil:

“Olha, ele fica duro! O pênis do papai fica duro também? Algumas vezes, e o papai acha muito gostoso. Os homens gostam quando o seu pênis fica duro.” “Se você abrir um pouquinho as pernas e olhar por um espelhinho, vai ver bem melhor. Aqui em cima está o seu clitóris, que faz as mulheres sentirem muito prazer ao ser tocado, porque é gostoso.” “Alguns meninos gostam de brincar com o seu pênis, e algumas meninas com a sua vulva, porque é gostoso. As pessoas grandes dizem que isso vicia ou “tira a mão daí que é feio”. Só sabem abrir a boca para proibir. Mas a verdade é que essa brincadeira não causa nenhum problema”.

Esse é um trecho do livro adotado e aprovado pelo MEC para crianças na faixa dos 10 anos. Ele será usado como material didático para ensinar (leia-se perverter) as nossas crianças (o livro é Mamãe, Como eu Nasci?).

Como um país que ensina ‘pornografia’ aos infantes pode pensar em ser um país sério e desenvolvido? Como surgirão mentes brilhantes entre os brasileiros da geração futura? Não vejo um futuro com mentes brilhantes, vejo um futuro com meninos e meninas corrompidos mentalmente pelo estado. Se o Brasil já é visto como ‘O PAÍS DA PROSTITUIÇÃO INFANTIL’ por muita gente, imaginem depois deste doutrinamento sexual às futuras gerações. A pornografia é um mal social que deve ser combatido e não divulgado. O Brasil já sofre por ser um dos países com fortes indicadores de pedofilia e prostituição infantil; depois que essa onda de liberalismo sexual (leia-se perversão sexual) inundar a mente de nossas crianças, o Brasil amargará o triste quadro de ser o país mais devasso do planeta… O futuro dirá. Na Holanda, o liberalismo sexual existe, e lá, as mulheres e homens ficam expostos em vitrines, como uma mercadoria a ser comprada ou consumida. Será esse o futuro do Brasil. É esse o Brasil que queremos?

 Bem, não posso finalizar esta postagem sem lembrá-los de que agredir a mente de uma criança indefesa é uma covardia sem precedentes e um crime. Crime contra pais e mães indefesos por conta da ignorância, ou da pobreza (são obrigados a matricular os filhos em escolas públicas, e estão sujeitas a este material indecente); um crime contra as nossas crianças, que aprendem que o errado é certo, e o certo é errado; um crime contra a pátria, que sofrerá uma bancarrota moral nos próximos anos, e, PRINCIPALMENTE, um crime contra Deus, que proíbe em sua Palavra a devassidão desenfreada e latente vivida no Brasil.

Pr Marcus Paixão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s