A eleição, a predestinação e a graça maravilhosa

Certa vez, quando me encontrava jubiloso pela graça indescritível de Deus para com o pecador, um dos meus professores no Seminário disse-me:

“Marcus, percebo que você está com a sensação de que conheceu a Cristo hoje!”.

Eu estava estudando a doutrina da Soberania divina na salvação, especificamente a “ordem da salvação” no que se refere a eleição e predestinação. Depois de anos vivendo uma guerra interna (minha consciência contra a Escritura), neste momento eu já tinha sido vencido pelo supremo Espírito da verdade. Compreendia e rendia graças a Deus pela minha eleição incondicional e pela minha predestinação poderosa conferida por Deus. Eu olhava para estas duas doutrinas com profunda alegria em Cristo, entendo como ele me amou ao ponto de escolher-me imerecidamente e destinar-me à eternidade ao seu lado, na glória infinita. Entender aquelas verdades tão profundas causou em meu ser uma sensação de alegria inexplicável, um gozo tão profundo que levou meu professor a fazer aquele comentário. Embora já conhecesse a Cristo como salvador único, não conhecia a profundidade do seu plano perfeito, nem a profundidade da sua Graça. Aliás, mesmo conhecendo hoje um pouco mais do que o que eu conhecia ontem, ainda não conheço toda a plenitude e profundidade do seu maravilhoso plano salvífico e de sua graça. Nunca saberei, ninguém sabe, nem saberá! É complexo demais, profundo demais para nós, mortais.

Diante de tanta gratidão e alegria pela eleição e predestinação, passou pela cabeça a seguinte questão: Por que tanta gente que segue a Cristo odeia essa verdade tão maravilhosa? Ou: por que os crentes “não compreendem” essa doutrina, ao ponto de negá-la furiosamente? Daí, veio a outra resposta do meu professor: “Marcus, para compreender tais doutrinas, é necessário mais da graça de Deus. Ele precisa nos dar a “graça de entender” ”.

A resposta é a mais cristalina verdade! Não se compreende meramente pelo intelecto. Não é uma questão de competência humana ou da capacidade humana. Longe disso. O incrédulo compreende e odeia, não aceitando nem a eleição, nem a predestinação. Ele abomina a Soberania de Deus. Alguns cristãos, entretanto, não conseguem compreender a abissal profundidade de tais doutrinas, por isso, acabam negando-as por não compreendê-las. Os que compreendem são agraciados. Trata-se da graça abundante de Deus sobre nós. Sem a graça, somos inimigos da verdade. Contestamos a verdade ou parte dela. Se Deus não agir em nossa mente, em nosso coração, jamais o compreenderemos. Amar a eleição e a predestinação, nos moldes apresentados na Escritura, onde Deus continua sendo o grande Senhor e Soberano da nossa salvação, abrindo os caminhos, derrotando nossos inimigos, mudando-nos a vontade por meio de um coração novo e de um espírito restaurado, e conduzindo-nos vitoriosamente, até o fim, com a fé e a perseverança; onde o homem é mero ser passivo, sem mérito ou glória, na verdade, totalmente imerecedor desta graça, é um sinal evidente da graça de Deus manifestada. Aqueles que provam isso, provam, exatamente daquilo ao qual se referia o apóstolo Paulo: “graça superabundante” (Rm 5.20), ou “a riqueza da sua graça” (Ef 1.7). E, como disse nosso Senhor Jesus Cristo, em sua oração, entender essas coisas significa ter sido alvo da graça de Deus: “Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos” (Mt 11.25). O Pai tanto “oculta” como “revela”. Se você compreende e se alegra na eleição e predestinação, louve a Deus, que não apenas te elegeu, predestinou e salvou, mas também te deu a graça de entender tão profunda verdade.

Pr. Marcus Paixão

Anúncios

Um Comentário

  1. ANSELMO SODRE

    ISSO É O EXPERIMENTAR DA GRAÇA DE DEUS

    MINHA ORAÇÃO É QUE O SENHOR CONTINUE A LEVANTAR SEUS FILHOS, DENTRE DESSA GERAÇÃO CORROMPIDA PELA RELIGIAO, E DESVENDE OS MISTERIOS DE SUA GRAÇA PARA QUE O POVO POSSA REPOUSAR EM PAZ.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s